Skip to content

Comunidades Virtuais

November 16, 2006

Comunidades virtuais são espaços de encontro e interação entre pessoas reais represenatdas por avatares ou bonecos virtuais. Conheço pelo menos três delas:

There Lançado versão beta em janeiro de 2002 e versão paga em janeiro de 2003
Second Life Lançado em dezembro de 2003
The Sims OnLine (TSO) Lançado em 17 de Novembro de 2002

Os três possuem versões não pagas, mas a instalação depende de uma configuração mínima da máquina que considera principalmente placa de vídeo, cpu, e memória.

Como participo mais intensamente de apenas duas delas (There e Second Life) farei algumas considerações sobre elas .

Ambas oferecem oportunidade de interação como se fosse o mundo real – ganhando e gastando dinheiro, você compra, mas também pode vender, construir, fazer eventos, conversar, trocar informações emuito mais. O dinheiro é convertido de dólar para o dinheiro local (no There = Therebucks e no Second Life representa-se o dinheiro com L$ – não lembro se tem nome).

Minha avaliação como usuária:
1) O There possui um gráfico mais elaborado visível nos objetos 3D e no modelo do avatar.

2) O There possui um modelo de comunicação entre avatares melhor onde utiliza balões diretamente relacionado ao avatar. O Second Life utiliza o modelo tradicional de Chat em uma caixa onde a única referência ao avatar é o nome – mas com muitos avatares na tela é impossível fazer associações diretas durante uma conversa.

3) Ambos possuem modelos de interação com objetos fáceis de aprender e interessantes. No There, em todo objeto que possui interação encontra-se uma seta na qual o usuário clica e descobre um menu com possíveis interações (exemplo, em um carro eu posso embarcar, dirigir, pegar carona, guardar, etc). No Second Life praticamente qualquer objeto pode ser manipulado e para saber as possibilidade é só clicar no objeto e um menu disposto em forma de círculo é oferecido ao usuário – este menu pode se desdobrar em novos círculos se existirem subitens. No círculo principal sempre existe a opção de sentar no objeto, por exemplo.

4) Em termos de comércio o Second Life ganha disparado. Existe uma estrutura muito mais consistente de comércio e muitas empresas já estão vendendo dentro deste ambiente virtual. Para ter idéia a Reuters já anunciou participação no mundo e a DELL deve começar a vender computadores em breve no Second Life. Para entender a estrutura dêem uma olhada nos números que são apresentados na página principal do site deles – eles chegam a movimentar 1 milhão de dólares por dia neste ambiente virtual.

Aproveitem…. mas para acabar, só para ter uma idéia de como as pessoas vêem a comunidade virtual e as possibilidades de negócio neste mundo, colei ume mensagem encontrada em um fórum onde se discutia a prorrogação do prazo para aumento nos preços de terrenos no mundo virtual.
http://blog.secondlife.com/2006/11/01/we-heard-you-private-island-pricing-increase-delayed-until-november-15th/:

Amber Palowakski Says: November 3rd, 2006 at 2:00 am
Has anybody taken a close look at the economic statistics page lately? I’m certain the corporations that are thinking of buying into SL haven’t, and I am certain LL hasn’t. Because IF they had, the corporations wouldn’t be so eager to pay these higher tier prices either. Why? Because even though SL is touted as having over a million accounts (1,230,507), only 102,761 of those “persons” spent money in-world! Less than ten percent of the populous of SL is driving the economy. As far as business owners go, ONLY 160 people (a little over .01% of the population) in the month of October made bewteen $1000 and $2000 USD (any profit less than that is meaningless). In real life it takes me about $1800 a month to get by and pay my bills and have enough expendable income to support my SL enjoyment. ONLY 160 people in SL are making a livable profit from the game…and that at the wage of a subjourneyman boilermaker (skilled labor). I find that incredibly amusing.
*The corporations want to use SL as a platform to attract customers.*Just under 10% of the population spends money in SL.*.01 percent of the population is profitible in the sense of making enough money is SL to live off of SL (And I would be willing to bet these are almost all Private Island owners!)*SL wants to make money off of the corporate interest and raise all the tier prices for everybody.*It’s the just under 10% of the population that spends money crowd that gets highly pissed off about this.*It’s the .01% “big money makers” going to take a serious hitThe corporations are going to realize that the money spenders in SL are leaving, and they are stuck with a bunch of freebie accounts from nations in the Third World….who, ACCORDING to LL….DON’T have access to credit cards ANYWAYS!!!!!!!!!
I really hope SL quickly realizes it NEVER was corporations that made SL big news…it’s us users, content creators, Private Island owners, Estate Owners…we’re the customers LL needs to be worrying about…They lose us…their stuck with corporations who will pull out when they see no tangible results, and a bunch of freebie griefers who do nothing butdrain the SL economy and LL bank accounts!

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: